English readers and other languages: Many posts are in portuguese, you can use the Translate button at left side.

Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!

sábado, 1 de agosto de 2020

Perfumes e Incensos na magia Salomônica - algumas notas básicas




De maneira geral, as fragrâncias usadas na magia Salomônica têm a ver com suas qualidades e correspondências planetárias.

As correspondências podem mudar de acordo com o sistema usado e interpretação dada.

Um simples exemplo são os arcanjos Raphael e Michael que tem atribuições tanto para Mercúrio quanto para o Sol, por isso respondem muito bem nessas esferas de acordo com o que esteja sendo trabalhado.

Outra coisa são as atribuições populares digamos assim. Por exemplo, canela é muito associada a dinheiro e prosperidade, mas seria uma planta mais adequada para Mercúrio, enquanto para Júpiter a Noz-Moscada seria a ideal.

Veja, Mercúrio é mais associado a transações de negócios menores (comércio em geral), enquanto Júpiter é quem rege as grandes plantações, as grandes fortunas e também ao meu ver as indústrias.


Os incensos são citados nas Clavículas de Salomão, e se referem sempre a regência planetária dos espíritos, anjos ou dæmons

No caso da Goetia, observar as correspondências planetárias dos dæmons de acordo com sua hierarquia.
Assim temos:

  • Reis - Sol
  • Duques - Vênus
  • Príncipes - Júpiter
  • Marqueses - Lua
  • Presidentes  - Mercúrio
  • Condes  - Vênus
  • Cavalheiros - Saturno


Sobre os diversos incensos existem algumas variações nos diversos textos, Clavículas, Magus, Heptameron, etc.
No livro Magus de Francis Barret, são citados alguns aspectos, resumindo, sobre o tipo de plantas usadas na sua confecção.

Saturno - Raízes mas também árvore de olíbano.
Júpiter - frutas aromáticas, incluindo a noz-moscada.
Marte - todas madeiras aromáticas.
Sol - Todas resinas.
Vênus - Flores.
Mercúrio - Cascas ou raspas de madeira.
Lua - Folhas de todos vegetais.

Ainda do mesmo texto, nos assuntos bons, usar bons perfumes. Nos assuntos maus usar algo malcheiroso e sem valor.

Agrippa tem algumas diferenças sobre isso e da mesma maneira observamos algumas ponderações diferentes que devem ser estudadas nos grimórios para se observar qual a motivação de cada texto.

No livro Seven Spheres, Rufus Opus também comenta sobre alguns tipos de incensos e suas qualidades adequadas a cada esfera planetária, mas usa algumas atribuições diferentes.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...